Coisas Judaicas : Israel no topo das startups
[ ]
Latest News Updates
Israel no topo das startups
06/04/15 Posted by Coisas Judaicas

Israel no topo das startupsO segredo do sucesso das startups israelenses

De acordo com a revista “Forbes”, no ano passado as startups israelenses somaram um lucro de cerca de US$ 15 bilhões, um número recorde de todos os tempos. Israel tem sido reconhecida como a “nação startup”, mas como é que se tornou este “hub” de inovação e empreendedorismo? 

Pode-se pensar que uma combinação única de circunstâncias, cultura e uma forte vontade de ter sucesso pode ter algo a ver com isso. A terra é árida, e mesmo assim Israel se destaca em água e tecnologia agrícola. Não há recursos, e eles desenvolveram alternativas para o combustível. Israel está cercado por inimigos – pelo que a sua tecnologia militar é excelente e é usada como fonte de inspiração para o desenvolvimento da inovação. Israelenses tiveram de aprender a trabalhar bem sob pressão e, uma vez que não havia alternativa, transformaram a adversidade em uma fonte de vantagem competitiva.

A diversidade é também um grande contribuinte. Israel é um país de imigrantes. Quase dois terços da população são recém-chegados que estavam dispostos a desenraizar-se e mover-se para um novo país. A experiência passada com a adversidade faz do israelense inquebrável. Qual é a pior coisa que pode acontecer? Fracasso? Os israelenses não têm medo de falhar, a falha é igual à experiência. Além disso, Israel é um país pequeno. Possui apenas 67 anos e uma população de 8 milhões, no entanto, é o segundo ecossistema de startups no mundo, depois do Silicon Valley. 

Toda empresa multinacional de tecnologia do mundo tem um centro de P&D em Israel, incluindo Intel, IBM, Microsoft, Google, Facebook e Apple. A maioria desses centros foram resultado de aquisições locais de startups israelenses. Também é extremamente fácil começar uma empresa em Israel. Custa apenas alguns dólares e cerca de um dia para tê-la instalada e funcionando. E não são apenas a startups que estão constantemente à procura de inovar. Israel gasta cerca de 4,4% do seu PIB em P&D. Quase o dobro da média da OCDE de 2,4%. Conheça algumas startups israelenses de sucesso:

A ENTiTi, desenvolvida pela wakingapp, é a primeira plataforma de realidade aumentada e virtual que permite criar conteúdo interativo e dinâmico utilizando um incrível mecanismo 3D. Tudo que você precisa fazer é olhar para um local específico e o app fornecerá informações a você, como quais restaurantes ou pontos turísticos estão localizados nos arredores. Esta tecnologia simples pode ser utilizada a partir de qualquer smartphone, sem necessidade de qualquer dispositivo adicional.
A empresa de Yokne’am Saguna desenvolve sistemas que otimizam a transferência de dados (como música, videoclipes ou jogos) para telefones celulares, para serem realizados com rapidez e eficiência. A Saguna torna a banda larga mais rápida, mais simples e mais econômica, o que melhora muito a experiência do usuário e elimina quase que completamente os erros.

A StoreDot, de Ramat Gan, que tem o objetivo de ser a líder de mercado na indústria de baterias para celulares, desenvolve baterias recarregáveis que podem ser carregadas completamente em apenas um minuto.

Mais de 60 milhões de pessoas já utilizaram Magisto para criar e editar vídeos pessoais. Em apenas alguns cliques, a Magisto utiliza sua tecnologia exclusiva de inteligência artificial para criar vídeos curtos ou longos, analisando aspectos visuais e de áudio da filmagem.

Care@Home é a última geração em botões de pânico. Este sistema de gestão doméstica inteligente aprende os hábitos e comportamentos dos idosos e de indivíduos com doenças crônicas e envia um alerta se houver qualquer desvio na sua rotina diária que possa indicar uma possível mudança na sua condição de saúde.

Aerotel desenvolveu uma nova máquina de ECG para uso doméstico que possui comunicação móvel integrada, que realiza testes de ECG exatamente como os equipamentos sofisticados utilizados em hospitais. A máquina da Aerotel pode detectar um ataque cardíaco de um paciente em tempo real.

A eyeSight desenvolveu um app de reconhecimento de gestos chamado Snapi, que utiliza gestos para capturar fotos de forma remota, sem o uso das mãos. Isso é útil para tirar selfies, ativação remota de apresentações e para operar dispositivos em casa. A visão da empresa é possibilitar o controle de dispositivos utilizando gestos com as mãos e movimentos do corpo.

Zimperium: a Enterprise Mobile Security desenvolveu um app que protege contra intrusos que utilizam conexões WiFi para invadir os celulares.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics