Coisas Judaicas : Paz ficou de fora das eleições em Israel
[ ]
Latest News Updates
Paz ficou de fora das eleições em Israel
16/03/15 Posted by Coisas Judaicas

Paz ficou de fora das eleições em Israel
Outdoor com os principais candidatos israelenses às eleições
legislativas desta terça-feira, 17 de março de 2015.
                            REUTERS/Baz Ratner
Paz é tema ausente de campanha das legislativas de Israel.

Outdoor com os principais candidatos israelenses às eleições legislativas desta terça-feira, 17 de março de 2015.

Outdoor com os principais candidatos israelenses às eleições legislativas desta terça-feira, 17 de março de 2015.

Reta final da campanha para as eleições legislativas de amanhã (17) em Israel. Os candidatos fazem campanha até o final da tarde desta segunda-feira (16) para uma votação de resultado imprevisível. Durante a campanha, a questão do processo de paz israelo-palestino foi praticamente ausente.

A União Sionista, de centro-esquerda, formada pelo trabalhista Isaac Herzog e a candidata de centro, Tzipi Livni, leva ligeira vantagem nas pesquisas contra o Likud, o partido de direita do premiê Benjamin Netanyahu; mas serão as negociações para uma coalizão com partidos menores que definirão o novo governo de Israel. Cento e vinte deputados devem ser eleitos.

O debate de domingo (15) entre os líderes dos oito partidos israelenses que disputam as eleições girou principalmente em torno da economia e das questões sociais; o processo de paz não foi sequer abordado. A palavra "paz" foi citada apenas cinco vezes durante o debate, sendo que três vezes foi dita pelo único candidato árabe israelense. No campo oposto, o líder do partido ultranacionalista, Naftali Bennett, reafirmou que os palestinos "nunca possuirão o seu próprio Estado".

Desafios econômicos e ameaças

O debate entre os candidatos refletiu os principais desafios desta campanha legislativa, que procurou atender os interesses dos eleitores, preocupados principalmente com os preços dos imóveis e o custo de vida. Por outro lado, demonstra a falta de perspectivas em relação às negociações de paz.

O atual primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahou, que luta por um quarto mandato, vem concentrando suas forças na ameaça que o Irã e os movimentos islamitas representam para Israel, enquanto seus rivais apontam o seu péssimo balanço econômico e social.

Diante das pesquisas de opinião desfavoráveis, Netanyahou vem acusando seu rival trabalhista de estar disposto a dividir Jerusalém em duas partes, uma israelense e outra, palestina.

A campanha eleitoral em Israel termina nesta segunda-feira às 19h no horário local,14h no horário de Brasília.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics