Coisas Judaicas : Mercado brasileiro ganha importância em Israel
[ ]
Latest News Updates
Mercado brasileiro ganha importância em Israel
05/03/15 Posted by Coisas Judaicas

Amir Halevi - Coisas Judaicas
Devido à importância do mercado brasileiro para o turismo de Israel, realizou-se na manhã de hoje, em São Paulo, uma coletiva de imprensa com o diretor-geral do Ministério de Turismo de Israel, Amir Halevi, em sua primeira visita oficial ao Brasil. Halevi permanece no País por apenas 48 horas, para conhecer um pouco mais sobre o mercado brasileiro e dar início às estratégias de divulgação do destino Israel.   

 “A relação entre Israel e Brasil já existe há muito tempo e estamos felizes em receber brasileiros em nosso país. Os israelenses gostam muito dos brasileiros e os recebem de braços abertos”, declarou Halevi.   Um aspecto observado pelo Ministério, é que nos últimos anos, os brasileiros além de visitar os aspectos religiosos da Terra Santa, estão procurando também outros nichos turísticos de Israel. Em 2014, 52 mil brasileiros visitaram o país. 

A Maratona de Jerusalém que acontece nos últimos cinco anos no mês de março e o Festival de Ópera no deserto, no mês de junho, tem atraído a atenção dos brasileiros. “O Brasil tornou-se uma fonte potencial de turismo para Israel. É importante, neste momento, oferecer um lado a mais da Terra Santa para seus visitantes.”, completou o executivo.   Opções turísticas Este ano serão cinco maratonas em Israel: Maratona de Jerusalém, onde é possível percorrer 4 mil anos de história em 42 km, Maratona do Mar da Galiléia, Maratona do Deserto, Maratona em Tel Aviv e a nova Maratona Bíblica, onde serão percorridos locais bíblicos.   

Além disso, três eventos culturais relacionados à ópera estão confirmados, sendo o mais conhecido o de Massada, no deserto, com apresentações de qualidade internacional; o Festival de Ópera de Jerusalém e um festival de música erudita.   Israel acredita na importância do turismo cultural, além de investir no turismo voltado à natureza. Menos conhecida no Brasil, a “birdwatching” (observação de pássaros) também é procurada em Israel, já que milhões de espécies da África migram para a Europa e vice-versa, e podem ser observadas no Vale de Hula.   

Incentivo aos brasileiros Apesar dos conflitos e as notícias negativas que chegam ao Brasil sobre Israel, Halevi garante que o país é seguro. “Em Israel temos nossos problemas que influenciam o turismo, assim como acontece em outros países. Temos experiência em administrar esses tipos de acontecimentos e por isso os turistas continuam presentes e são bem-vindos. Garantimos que somos um país seguro para se visitar”, afirmou.   

Para este ano, há uma previsão de 60 mil visitantes brasileiros no país. O Ministério do Turismo tem interesse para que um voo direto entre Brasil e Israel volte a ser operado. “70 mil turistas seria um bom número para que se tenha um voo direto entre os dois países”, declarou o diretor.   

Visando uma proximidade com o mercado brasileiro, no ano passado, a equipe de marketing do escritório de Israel em São Paulo visitou 70 cidades no Brasil, provendo treinamentos e workshops para grandes operadoras como CVC e Flot. Este ano, o foco será nas grandes feiras como WTM (SP), Abav-PR, Festuris Gramado (RS) e Festival de Turismo de João Pessoa (PB).   Israel tem realizado campanhas ao redor do mundo com o logo “Once in a life time”, incentivando que se faça uma visita ao país pelo menos uma vez na vida, para que se conheça onde tudo começou, seja na parte religiosa como na área tecnológica. 

“Este produto único, que só Israel oferece, unindo passado e futuro é o que gostaríamos que o turista soubesse que está à disposição em nosso país”, finalizou Halevi.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

1 Comentários:

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics