Coisas Judaicas : Eduardo Saverin o brasileiro do Facebook
[ ]
Latest News Updates
Eduardo Saverin o brasileiro do Facebook
06/03/15 Posted by Coisas Judaicas

Eduardo Saverin o brasileiro do Facebook

O brasileiro que chegou lá: Eduardo Saverin tem fortuna avaliada em quase US$ 5 bilhões.

Empreendedor ficou famoso por ajudar a fundar uma das principais empresas do mundo hoje, o Facebook.

Ele foi, digamos assim, demitido do Facebook. E ele teve a sua vida exposta em um filme. Mas a vida do brasileiro Eduardo Saverin não é necessariamente um mar de problemas. Pelo contrário. 

Eduardo investiu US$ 15 mil no Facebook

Como ficou evidente na última compilação de bilionários da Forbes, o empreendedor brasileiro figura na lista dos jovens mais ricos do mundo, com patrimônio avaliado em US$ 4,8 bilhões. Se usarmos a cotação desta quarta-feira, dia 4 de março, Saverin é um homem de R$ 14 bilhões. Aproximadamente.

Mas Saverin está longe de ter se tornado notícia apenas por conta do Facebook. Recentemente, em 2012, ele virou notícia mundial ao renunciar à cidadania norte-americana e, desde então, vive em Cingapura. De lá, ele faz investimentos em startups de tecnologia e é um dos fundadores da Velos Partners, uma empresa com base em Los Angeles. Alguns dos investimentos do brasileiro estão na Hampton Creek Foods e na Silvercar, um negócio de aluguel de automóveis.

Mas é impossível separar a história de Saverin do Facebook, site que ele ajudou a financiar no começo com US$ 15 mil. O site logo se torna popular e outro fundador, Mark Zuckerberg, com alguns funcionários, seguem para o Vale do Silício. Saverin fica em Nova York para tentar amealhar fundos para o novo negócio.

Apenas a título de comparação, e é impossível resistir, o ex-companheiro de empresa de Saverin, Zuckerberg, figura na lista da Forbes com patrimônio de US$ 35 bilhões. Quer fazer a conversão para o real brasileiro?

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics