Coisas Judaicas : Mostre-me o documento
[ ]
Latest News Updates
Mostre-me o documento
06/02/15 Posted by Coisas Judaicas

Mostre-me o documento
Por Rabino Arieh Raichman, Diretor de Chabad Manaus

Várias décadas atrás, um casal de judeus vivendo no interior de S. Paulo desejava se casar. 

Não havia rabino na cidade, por isso pediram ao membro mais velho da comunidade para oficializar seu casamento. O casal teve muitos filhos e uma vez que todos saíram de casa, eles decidiram fazer aliá. 

Em Israel, eles quiseram confirmar que seu casamento judaico era 100% casher, já que nenhum rabino havia oficiado. O tribunal rabínico ouviu sua história e analisou o contrato de casamento. Eles informaram ao casal que não havia nenhum problema com o seu casamento e felicitou-os na manutenção de um lar judaico por todos esses anos.

O casal ficou muito feliz com a confirmação do tribunal. No entanto, ao saírem um pensamento recioso veio à mente do marido: “O rabino disse que não havia problema, mas quem vai acreditar em nós?” Eles precisavam disso documentado. Assim, o casal voltou ao tribunal rabínico. O rabino atendeu ao pedido do homem e escreveu um texto de confirmação sobre o contrato de casamento. Agora, o casal possuía a prova por escrito.

Quando Moshê escutou de D'us que se tornaria o líder judaico, fez um pedido: "Por favor, meu D'us! Envia pela mão daquele a quem Você deve enviar!" O Daat Zekenim explica as palavras de Moisés da seguinte maneira: "se você deseja que eu seja o mensageiro (líder), então por favor, envie-me com um documento escrito. Dessa forma eu posso carregá-lo na mão e atestará as minhas palavras". Um documento escrito é a prova.

Temos um documento escrito, a Torá, que é a prova de nosso judaísmo. No entanto, o documento só pode ser confirmado se agimos e vivemos como judeus. Se não o fizermos, alguém pode nos dizer que "a Torá diz que você é judeu, mas você não age como um". 

Pense nisso, quando você come casher, mantêm Shabat e pratica mitsvot, você é a prova viva do documento.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics