Coisas Judaicas : Líder judeu incentiva juízes argentinos a receber denúncias contra Kirchner
[ ]
Latest News Updates
Líder judeu incentiva juízes argentinos a receber denúncias contra Kirchner
04/02/15 Posted by Coisas Judaicas

O vice-presidente da organização judaica argentina DAIA, Waldo Wolf, disse que espera que os juízes não tenham medo para se encarregar da polêmica denúncia contra a presidente, Cristina Kirchner, apresentada pelo promotor Alberto Nisman pouco antes de morrer.

O juiz Ariel Lijo, que havia recebido inicialmente a denúncia sobre o atentado antissemita de 1994 contra a organização judaica AMIA, com 85 mortos em Buenos Aires, se declarou incompetente por não existir conexão com outras causas de que era encarregado, e esta recaiu sobre o juiz Daniel Refecas, que declarou que não pegaria a causa porque estaria de férias.

"Não tenham medo. Se tiverem medo, que se afastem e se dediquem a outra coisa", disse Wolff em declarações à rádio La Red.

"Somos pacientes. Em algum momento vamos ter um juiz", assegurou o líder da DAIA, organização composta por cerca de 140 instituições da comunidade judaica na Argentina, de 300.000 membros, a mais importante da América Latina.

A denúncia passou para o substituto de Rafecas, o juiz Sebástian Ramos, que não havia expressado sua decisão.

Nisman acusou no dia 14 de janeiro a presidente Kirchner, o chanceler Hécter Timerman e outros ligados ao governo de executar um plano para encobrir os iranianos suspeitos de ter participado do atentado contra a AMIA.

Além disso, acusou a presidente de ter pedido à Interpol que arquivasse os mandados internacionais de prisão dos iranianos, mas o ex-secretário feral da organização policial, Ronald Noble, desmentiu.

A denúncia apresentada pelo promotor sustenta que Kirchner tentava conseguir petróleo do Irã em troca de encobrir os iranianos, embora o cru que Teerã exporta não sirva para ser processado na Argentina.

Quando a apresentou, a denúncia de Nisman teve uma grande repercussão e o caso teve um impacto maior no governo e no país com a morte do fiscal, quatro dias depois - 18 de janeiro -, por um aparente suicídio que é investigado como uma morte duvidosa.

O que você gostaria saber sobre judaísmo, judeus, costumes, comidas. Assine nosso feed e sabia tudo:Basta um click: 

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics